Uma proposta de trabalho que vem ao encontro das necessidades de valorização e respeito ao idoso.

Envelhecer faz parte de nossas vidas. Tornar-se um idoso significa viver uma nova fase do ciclo de vida. Estudos do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que entre 2035 e 2040 a população idosa (65 anos ou mais) poderá alcançar um patamar 18% superior ao das crianças (0 a 14 anos) e em 2050, esta relação poderá ser de 172,7 idosos para cada 100 crianças.

Então, envelhecer é um processo. Porém, tornar-se idoso também é sinônimo de maturidade, experiência de vida, bagagem rica emocional e histórica. Experiências de vida que são de grande importância a todas as gerações, pois são vivências únicas, interpretadas de forma particular por cada pessoa. E o compartilhamento da sabedoria adquirida ao longo do tempo ensina e enriquece a vida de quem a recebe, criando vínculos emocionais e afetivos a partir desse relacionamento.

É com base nessas teorias que a Secretaria de Educação de Papagaios desenvolveu e está aplicando o projeto “VALORIZANDO A MELHOR IDADE”, uma proposta de trabalho que vem ao encontro das necessidades de valorização e respeito ao idoso, bem como aproximar pessoas de diferentes idades. A relação entre avós e seus netos constitui um grande elo entre os tempos – passado, presente e futuro – criando oportunidades com a de troca de conhecimentos, dando uma nova dimensão e significado para todas as gerações.

Para efetivar o projeto a E.M. Domitila Valadares Figueiredo realizou as seguintes atividades:

  • Chá da tarde com os avós e bisavós (momento lúdico e prazerosos de troca de experiências e interação).
  • Dinâmica do abraço (momento de resgate da afetividade).
  • Roda de conversas: relatos dos idosos sobre a sua infância, sua escola, brinquedos e brincadeiras; sobre as diferenças de ser criança hoje e na época deles (momento de resgate da memória).
  • Leitura e interpretação de textos pertinentes ao assunto: textos informativos sobre direitos e deveres dos idosos (estatuto dos idosos); textos poéticos músicas, e fábulas, etc.(momentos de conscientização)
  • Entrevistas com os avós e bisavós.
  • Exibição de vídeos sobre o assunto.
  • Confecção de murais com os trabalhos dos alunos sobre os idosos.
  • Visita ao Lar dos Idosos Selma Maria Reis (Culminância do Projeto).




Fonte: Secretaria Municipal de Educação

Data de publicação: 21/09/2018

Créditos das Fotos: Secretaria Municipal de Educação

Compartilhe!